Lusitânea: Povos vs Pátria

Quem somos nós? Quem sou eu ou tu? Que cultura é a nossa?

Um dia um Cabo-Verdiano numa conversa sofre Àfrica,depois de eu lhe dizer: ” Eu acho que o problema do povo africano hoje é que não o deixam resolver os seus próprios problemas”. A resposta dele foi: ” Não existe isso de povo africano, foi o branco que inventou o povo africano. Àfrica não é um povo, são vários povos…. Em Angola existem vários povos, no Congo existem vários povos…. Povo africano é marca colonialista.

Fiquei a olhar parta ele e pensei, “isto é obvio, mas nunca pensei nisso pelos olhos do povo africano.” Passado uns tempos, estava a falar sobre lusitanos e a frase dele vinha-me à memória constatemente. E decidi procurar a formação do “Povo Português” e de Portugal. A colonização Romana, não é diferente da Colonização capitalista de hoje, nem da colonização africana  as consequencias são as mesmas, para os populares e para os gentílicos. Principalmente tanto os clãs e tribos Peninsulares e africanas enfrentaram os mesmos inimigos, propriedade privada, religião, reinos e impérios… capital! Na necessidade de defesa contra invasões, os clãs e tribos da Lusitânea aliaram-se para enfrentar os Romanos… nos anos de guerra, muitos senhores ricos da Lusitânea se aliaram aos romanos em troca de bens e poder, para combater os bárbaros das montanhas, como Viriato… Como se espera, os senhores de Roma e seus aliados, cedo criaram uma classe dirigente repressiva e sem valores tribais, para criarem um Estado Romano. A classe pobre, com o apoio de alguns sehores da Lusitanea e Celtiberos, revoltaram-se e até hoje lutam para que a mentalidade Romana ou Nacionalista acabe, e os povos possam voltar a viver em paz, sem obrigações de sangue, nacionalidades ou religiões.

Os “Valores Lusitanos” estão vivos ainda hoje nos corações e almas das tribos Lusitanicas, mas os “Lusitanos de Sangue” querem coisas diferentes, querem o poder. E como povo não queremos poder, nação ou religião ou nome, queremos comer, dançar, brincar, olhar e perceber…

Este documento fala do fim da Lusitânea primitiva, fomada por clãs e tribos várias, com antepassados diferentes. Do inicio do Estado Lusitano, mais tarde Portugal, e da intyrodução das “ferramentas” necessárias para esse desenvolvimento.

Roma= Globalização; Gentílicos= Capitalistas; Senhores da Lusitanêa = Politicos; Povo= Povo

Sem Fronteiras, Sem Barreiras!!! Por uma Peninsula Tribal… Por um mundo sem Governo

Lusitanos, povos vs pátria

Esta entrada foi publicada em PRIMITIVISMO, RACISMO/XENOFOBIA/ NACIONALISMO com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s